© 2015 por Feliz com FA - Uma jornada de amor. Designed By Rita de Cassia Paz. Desenvolvido por RP Produções, AP Makeup Artist e Lógica Filmes

  • RSS - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

Feliz com FA

 

Sejam bem vindos! Aqui no Feliz com FA vocês vão encontrar vídeos, textos, material educativo e novidades sobre o mundo dos alérgicos a alimentos. Espero que gostem e compartilhem com parentes e amigos! Dessa forma entenderão melhor esse novo universo.

Inscrevam-se no canal, curtam a fanpage e fiquem ligados!

Siga

Você sabe o que são Probióticos?

Fonte da foto: site www.minutobiomedicina.com.br

 

 

Você já ouviu falar em PROBIÓTICOS? Sabe o que é?

Alguém já te recomendou? Para que servem? Como eles podem ajudar o paciente com alergia alimentar?

 

Respondendo as nossas perguntas...

 

Você já ouviu falar em PROBIÓTICO? Sabe o que é?

Bom, acredito que todos os meus seguidores já ouviram falar de probióticos até porque eu falo sempre! Mas, a definição mundial para probióticos é dada pela FAO/OMS que se refere a probióticos como sendo: “micro-organismos vivos que, quando administrados em quantidades adequadas, proporcionam benefícios à saúde do hospedeiro”. Então traduzindo... são bactérias que convivem bem conosco como inquilinas do nosso corpo. Essas bactérias são capazes de modular os efeitos de bactérias potencialmente nocivas, podem também causar impacto positivo no trato gastrointestinal, podem ajudar na digestão, no metabolismo e no sistema imunológico do hospedeiro, ou seja, são tudo para nossa sobrevivência!

 

Mas... eu posso tomar por conta própria?

Para começo de conversa, muita gente já deve ter te dito: "toma probiótico!" e você provavelmente já pensou em tomar, mas... pode ser tomado por conta própria? Pode ser usado por qualquer pessoa?

Vejo muita gente recomendando na internet, mas poucas sabem que estão recomendando bactérias e que bactérias exigem condições clínicas que estejam aptas à sua administração. Por exemplo: pacientes com deficiência de neutófilos ou apresentando sangramento intestinal NÃO podem fazer uso de probióticos enquanto não melhoram sua condição de doença. Isso porquê são bactérias que no lúmen intestinal fazem maravilhas mas na corrente sanguínea podem ser tão prejudiciais quanto qualquer uma outra. Portanto os Guidelines nos direcionam para que ao prescrevermos um probiótico, primeiro temos que avaliar as condições clínicas desse paciente. Por conta própria, você não tem como fazer isso concorda? Então, não se arrisque, procure um profissional habilitado que possa te prescrever um com segurança.

 

Para que servem?

Servem para nos ajudar a quebrar os alimentos.

Os micro-organismos na primeira parte do cólon suprem suas necessidades de energia por meio da fermentação de resíduos alimentares e endógenos que escapam da digestão e da absorção no trato gastrointestinal superior. Muitos micro-organismos metabolizam carboidratos e fibras alimentares, incluindo polissacarídeos (como pectinas, hemiceluloses, gomas, inulina e amidos resistentes), oligossacarídeos (como rafinose, estaquiose, FOS, GOS e dextrinas resistentes), açúcares (lactulose, lactose não absorvida e frutose não absorvida) e polióis (como manitol, lactitol, maltitol e isomalte).

As principais espécies da microbiota colônica que fermentam carboidratos pertencem aos gêneros Bacteroides, Bifidobacterium, Ruminococcus, Eubacterium e Lactobacillus. Essa ação microbiana resulta na produção de ácidos graxos de cadeia curta (AGCC) que não conseguimos fabricar, e eles fazem isso para a gente. Além de alimentos consumidos pelo hospedeiro que não tenham sido totalmente digeridos, as bactérias também consomem células bacterianas degradadas, mucinas e enzimas provenientes do hospedeiro e células intestinais descamadas. Tudo isso para nos ajudar a utilizar o alimento de forma integral.

 

E como eles podem ajudar o paciente com alergia alimentar?

Bom, todos sabem a luta do paciente com alergia alimentar, e sabe também que as reações deixam o organismo do paciente bastante inflamado e debilitado. Um dos órgãos que mais sobrem no processo de alergia alimentar sem dúvida alguma é a mucosa intestinal que muitas vezes sofre horrores com a liberação de mediadores inflamatórios. Isso pode alterar TODO o ambiente intestinal desfavorecendo a melhora do paciente. Isso vira uma cascata de rolamento: alégenos X inflamação X microbiota X mucosa X novas reações.

É de conhecimento que, o trato gastrointestinal é descrito, às vezes, como o maior órgão imunológico do corpo humano. Ele representa a maior área de contato da mucosa do hospedeiro com o ambiente e contém até 80% de todas as células que produzem anticorpos. A microbiota intestinal também é uma parte essencial do sistema de defesa do corpo humano pois já é de conhecimento que o ácido butírico é capaz de inibir a expressão de citocinas pró inflamatórias(TNF α, IL – 6, IL 1β) tão presentes no ambiente intestinal do alérgico como resposta à presença do alérgeno.

Se a microbiota do hospedeiro se mantém em equilíbrio conseguimos então modular a entrada de alérgenos indesejados.

Portanto é fundamental durante o tratamento a reposição desses probióticos, mas vale ressaltar que administração de apenas uma cepa não vai fazer o efeito desejado, é necessário no mínimo 4 cepas diferentes para que tenhamos um efeito esperado.

 

 

Portanto vamos cuidar dos nossos inquilinos! Eles nos ajudam no controle dos processos corporais. Procure um profissional habilitado que possa te prescrever e monitorizar isso!

 

 

 

 

 

 

 

Please reload

Meu amor pelo que faço

Há 12 anos trabalho no SUS e me dedico de corpo e alma ao que faço. A minha missão: Conseguir orientar da forma correta o maior número de pessoas com relação às alergias alimentares e seus riscos.

Cuidar de crianças alérgicas envolve muito conhecimento, paciência e amor e isso eu tenho de sobra.

Fazer um bebê alérgico continuar sendo amamentado é uma conquista de equipe. Chegar a  tão esperada CURA, depende da união de todos. 


Aqui na página o envolvimento é de TODA a família! Mamãe, papai, vovô, vovó, a tia... e todos sempre juntos numa mesma luta para ganhar a grande batalha.

     

 Lembrem-se sempre!

Juntos somos mais fortes!

 

Sejam bem vindos e vamos aprender a ser Feliz com FA!

Please reload