Pare de me torturar! Não me ofereça o que não posso comer!! Não, eu não posso nem um pouquinhoooo.

Modelo: João Pedro Macedo Aslan, filho da mamãe Paula Quésia de Rio das Ostras.

Crédito da foto: Luana Arte Foto.

 

Ser mãe de alérgico não é fácil, nossa vida tem altos e baixos, as angústias, os medos. Mas... sabe o que é pior? Não?

O pior é a insensibilidade das pessoas que nos cercam. O pior, são os comentários desconfortáveis baseados em "achismos" daqueles que nos cercam. Muitas vezes talvez nem é proposital, mas por se imaginar que ALIMENTO não faz mal a ninguém, é mais fácil ignorar as explicações. Mas... eu sempre digo: Aceita que dói menos.

O que muitos não sabem, ou até mesmo se recusam a saber é que ALIMENTO nem sempre faz bem para quem o come. Nem todas as pessoas estão aptas a comer de tudo. Que nem sempre o que é bom para mim, obrigatoriamente será bom para você. O que simplesmente é o ALIMENTO NUTRITIVO para você, um fragmento pode me MATAR!

Ignorar essas informações realmente dificulta muito os cuidados e o controle de alérgenos da dieta de um alérgico principalmente porque; O tal um "pouquinho não faz mal"... pode por a perder todo um tempo de exclusão. Pode zerar por completo a tentativa de limpar a memória do Sistema Imunológico para se tentar reapresentar o alimento pós tempo de exclusão.

Lamento informar, mas isso para quem cuidado de um alérgico é frustrante. Todo o tempo em que você passou excluindo o alimento e controlando traços... vai por água abaixo. NÃO É JUSTO, nem com o cuidador, nem com a criança! Portanto se você é parente, amigo ou mesmo vizinho, aqui vai algumas dicas que vão fazer de você um colaborador do tratamento.

 

Ao saber que a criança ou mesmo um adulto tem alergia alimentar siga as seguintes regrinhas:

 

1) Não se oferece nem "um pouquinho" do alimento que se precisa excluir. Por que? Isso faz com que a memória que estava se tentando apagar de informação que "aquela proteína é um agente agressor" não se apague. Dando "um pouquinho" você simplesmente está relembrando ao Sistema Imunológico que aquela a proteína que ele reagiu está presente.

2) O cuidado de se controlar traços não é NEUROSE! É uma cuidado real, é necessário. Se um pouquinho reacende as informações, TRAÇOS é um pouquinho.

3) Cuidados com cheiro e contato com a pele  não são NEUROSE! É cuidado real também. Comemos pelo nariz, partículas pequeníssimas do alimento em suspensão são capaz de entrar no nosso organismo pela via nasal e fazer reações das mais diversas, inclusive diarreia sem que se tenha comido o alimento alergênico de fato. A pele também por sua vez, possui poros e por eles também podem ocorrer infiltrações de proteínas. O espaço entre uma célula e outra também permite infiltração que podem igualmente provocar as mesmas reações.

4) Lembre-se! Na maioria das vezes são CRIANÇAS! Não se oferece alimentos que ela não possa comer porque elas desconhecem todo o perigo que correm. Elas não conseguem dimensionar corretamente os riscos e elas sim, passam muito, muito mal. Não seja responsável pelas reações que ela terá. Isso tem um custo alto para o organismo. É muito sofrimento.

 

Ser mãe de um alérgico... não é fácil. Então vamos nos pôr no lugar dessa mãe. Vamos saber quais as lutas diárias que ela enfrenta. Alergia alimentar MATA! Oferecer algo que uma criança não pode comer, é como lhe dá um revólver com uma única bala para ele brincar de roleta Russa.

VAMOS CO LA BO RAR!

 

 

Please reload

Meu amor pelo que faço

Há 12 anos trabalho no SUS e me dedico de corpo e alma ao que faço. A minha missão: Conseguir orientar da forma correta o maior número de pessoas com relação às alergias alimentares e seus riscos.

Cuidar de crianças alérgicas envolve muito conhecimento, paciência e amor e isso eu tenho de sobra.

Fazer um bebê alérgico continuar sendo amamentado é uma conquista de equipe. Chegar a  tão esperada CURA, depende da união de todos. 


Aqui na página o envolvimento é de TODA a família! Mamãe, papai, vovô, vovó, a tia... e todos sempre juntos numa mesma luta para ganhar a grande batalha.

     

 Lembrem-se sempre!

Juntos somos mais fortes!

 

Sejam bem vindos e vamos aprender a ser Feliz com FA!

Please reload

© 2015 por Feliz com FA - Uma jornada de amor. Designed By Rita de Cassia Paz. Desenvolvido por RP Produções, AP Makeup Artist e Lógica Filmes

  • RSS - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

Feliz com FA

 

Sejam bem vindos! Aqui no Feliz com FA vocês vão encontrar vídeos, textos, material educativo e novidades sobre o mundo dos alérgicos a alimentos. Espero que gostem e compartilhem com parentes e amigos! Dessa forma entenderão melhor esse novo universo.

Inscrevam-se no canal, curtam a fanpage e fiquem ligados!

Siga