© 2015 por Feliz com FA - Uma jornada de amor. Designed By Rita de Cassia Paz. Desenvolvido por RP Produções, AP Makeup Artist e Lógica Filmes

  • RSS - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

Feliz com FA

 

Sejam bem vindos! Aqui no Feliz com FA vocês vão encontrar vídeos, textos, material educativo e novidades sobre o mundo dos alérgicos a alimentos. Espero que gostem e compartilhem com parentes e amigos! Dessa forma entenderão melhor esse novo universo.

Inscrevam-se no canal, curtam a fanpage e fiquem ligados!

Siga

O temor de todos que cuidam de alérgicos: A CRECHE!

 

O temor de todos que cuidam de alérgicos: A CRECHE!

Quantas vezes você já ouviu?

“Não tem problema nenhum! Põe esse menino na creche!” Ou... “ a creche tem preparo! Pode ficar tranqüila!” ou ainda...  “ pode deixar, não daremos nada a ele com lactose”. Você já ouviu isso?

Na vida real, as coisas são bem diferentes. Sabemos que no país que vivemos hoje, poucas mães poderão ter o privilégio de ficar apenas cuidado dos seus bebês. Não é fácil! A economia instável e as desigualdades são muitas! Alergia não escolhe classe social!

Tenho mães que graças a Deus podem cuidar exclusivamente dos seus bebês, porém também tenho as que precisam trabalhar para sustentá-los. Uma criança alérgica demanda muitos custos. Alimentação, utensílios que quando contaminados precisam ser trocados, cremes especiais que geralmente são mais caros, fralda que não pode ter alérgenos, em fim, uma série de cuidados que custam mais caro!

Todos que cuidam de alérgicos a alimentos quando vê uma mãe dizer que precisará por seu bebê alérgico tem muito receio. Por mais que as tias da creche tenham boa vontade, infelizmente a sociedade ainda não tem preparo para recebê-los. A falta de preparo indica não somente saber que o alimento daquele bebê é especial, vai muito além disso,  indica saber que nada dele vai poder ser lavado junto com os demais copinhos e pratinhos dos outros, indica vigilância completa para que um bebê com a mão suja de alérgenos não coloque a mão na boquinha do outro, que todos os cuidados que a mãe está pedindo não é neurose! É praticamente impossível controlar as contaminações em uma creche por traços! Por mais boa vontade que se tenha.

Bebês mais frágeis que reagem a traços chegam em casa sempre com algum problema. Saem da casa bem, mas por vezes a mamãe é chamada por que; mamãe, não sei o que aconteceu, mas o olhinho do “João” inchou! Tivemos o maior cuidado mas, a boquinha da “Maria” está cheia de bolinhas, não sei como aconteceu, mas o corpinho da “Aninha” está todo em placas e sem contar quando o “Pedrinho” chega fazendo cocô com sangue e ninguém sabe explicar se ele comeu algo acidentalmente, lá não foi!  É muito difícil, são muitas crianças e por mais que as tias tenham todo o cuidado, é impossível segurar aquela vontade de por a mão na boca.

Traços não são visíveis, não saem com lavagem, não saem quando se passa pano ou esfrega bastante com bucha comum, não adianta colocar produto de limpeza, traços não são bactérias, ficam ali grudados prontos para sinalizar a sua presença e você só vai perceber quando o bebê não está estabilizando.

Portanto segue dicas para as mamães repassarem as tias da creche:

  1. Nunca misture os utensílios de um alérgico com os outros das outras crianças;

  2. Não ofereça NADA achando que a alergia é um probleminha bobo! ALERGIA ALIMENTAR MATA!

  3. Os utensílios de lavagem comum a todos não podem nem triscar nos utensílios dos alérgicos, pois contaminam com traços e podem desestabilizar uma criança que levou meses para consegui ficar estável sem crises;

     

     

  4. Vigilância máxima com a mão e onde esse bebê irá ficar; tem crianças que tem alergia por contato e o berço ou a mesinha estiverem contaminados podem reagir FEIO!

  5. Cuidado extremo com as brincadeiras; alérgicos podem brincar, mas com cuidado para as mãozinhas dos coleguinhas não conterem alérgenos que põem em risco a sua vida.

  6. E manter a vigilância máxima na distribuição da comida. Se for o leite errado a criança pode MORRER! Se for a frutinha errada também corre risco de MORTE.

  7. Lembre-se TODO alimento tem proteína e o bebê que você toma conta pode acidentalmente ingerir. Não queira levar a dor de ter cometido um erro desses. TODO o cuidado é pouco tia!

  8. Os cuidados que a mamãe está pedindo para ter são necessários! Não é NEUROSE! É CUIDADO.

Com isso, espero ajudar muitas mãezinhas aflitas por ter que deixar os seus bebês nas creches. ALERGIA não é brincadeira de criança!

Please reload

Meu amor pelo que faço

Há 12 anos trabalho no SUS e me dedico de corpo e alma ao que faço. A minha missão: Conseguir orientar da forma correta o maior número de pessoas com relação às alergias alimentares e seus riscos.

Cuidar de crianças alérgicas envolve muito conhecimento, paciência e amor e isso eu tenho de sobra.

Fazer um bebê alérgico continuar sendo amamentado é uma conquista de equipe. Chegar a  tão esperada CURA, depende da união de todos. 


Aqui na página o envolvimento é de TODA a família! Mamãe, papai, vovô, vovó, a tia... e todos sempre juntos numa mesma luta para ganhar a grande batalha.

     

 Lembrem-se sempre!

Juntos somos mais fortes!

 

Sejam bem vindos e vamos aprender a ser Feliz com FA!

Please reload