© 2015 por Feliz com FA - Uma jornada de amor. Designed By Rita de Cassia Paz. Desenvolvido por RP Produções, AP Makeup Artist e Lógica Filmes

  • RSS - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

Feliz com FA

 

Sejam bem vindos! Aqui no Feliz com FA vocês vão encontrar vídeos, textos, material educativo e novidades sobre o mundo dos alérgicos a alimentos. Espero que gostem e compartilhem com parentes e amigos! Dessa forma entenderão melhor esse novo universo.

Inscrevam-se no canal, curtam a fanpage e fiquem ligados!

Siga

Por que isso aconteceu com meu filho? O que fazer quando recebo um diagnóstico de Alergia Alimentar?

Bom em primeiro lugar manter a calma, isso pode acontecer com qualquer criança. Claro que existem crianças mais vulneráveis às alergias e portanto correm maior risco de serem alérgicos.

Mas... como vou saber se tenho risco de ter um filho alérgico?

Bom, a genética é a grande responsável por isso. Claro que não é o único fator; o ambiente e a introdução precoce de alimentos também vão contibuir para o aparecimento das alergias, mas a genética deixa o indivíduo mais vulnerável.

Portanto tem como se fazer uma introdução alimentar mais cuidadosa a partir do momento em que sabemos a história dos pais da criança. Pais cuja alergia se processa em um mesmo órgão alvo por exempo: respiratório, se manifestada a doença no filho, muito provavelmente terá órgão alvo também o trato respiratório.

Portanto sejamos mais cuidadosos com a introdução alimentar de crianças cujos país apresentam algum tipo de alergia, pois se introduzirmos da forma incorreta, posivelmente poderão desenvolver alergias.

Veja as possibilidades que uma criança tem de apresentar alergia segundo o grau de parentescom com pacientes atópicos ou com pais com a mesma doença atópica.

 

 

 

Please reload

Meu amor pelo que faço

Há 12 anos trabalho no SUS e me dedico de corpo e alma ao que faço. A minha missão: Conseguir orientar da forma correta o maior número de pessoas com relação às alergias alimentares e seus riscos.

Cuidar de crianças alérgicas envolve muito conhecimento, paciência e amor e isso eu tenho de sobra.

Fazer um bebê alérgico continuar sendo amamentado é uma conquista de equipe. Chegar a  tão esperada CURA, depende da união de todos. 


Aqui na página o envolvimento é de TODA a família! Mamãe, papai, vovô, vovó, a tia... e todos sempre juntos numa mesma luta para ganhar a grande batalha.

     

 Lembrem-se sempre!

Juntos somos mais fortes!

 

Sejam bem vindos e vamos aprender a ser Feliz com FA!

Please reload